<$BlogRSDUrl$>

domingo, agosto 31, 2003

Haikus a Uderzo e Gosciny

César
aloura-se
num refogado


Numa ponte
está-se
ferpeitamente


sexta-feira, agosto 29, 2003

水瓶は割れる
私は目がさめているある
この氷った夜

電光
の叫び
暗闇を刺す

旅行の病人
分野に
夢はさまよう。


quinta-feira, agosto 28, 2003

olhando para trás
meu traseiro cobria-se
de cerejeiras em flor


(by Allen Ginsberg)

Sépia:
arrozais vergados
ao vento-forte.


quarta-feira, agosto 27, 2003

Nunca nunca nunca mais
sempre sempre
sempre menos


Haiku para o Festival de Veneza

21 Gramas
29 Palmos
Zatoichi


Nem tudo o que rebola
é bola
que se chute.


Três linhas
para uma sentença:
Só isto.


O peixe curvo
Torvelinha mudo
É pacífico


Não olhes Rita
O corpo do papá
Flacida-se


Haiku Modista

Uma cabeça de alfinete
brilhante, redondo,
saltou-me da linha.


terça-feira, agosto 26, 2003

Minha senhora
Pela sua saúde
Deixe o Pragal


O Padre Borga
Não misseia, não benze
Só encandeia


segunda-feira, agosto 25, 2003

Tanta pomba
assassinada
tanto leitão da Bairrada


Dois haikus fálicos:

Ter pau pequeno é destino:
você faz dez anos de análise
e ele não cresce um centímetro.



Ter pau grande é perigoso
com o tempo ele ensurdece
e não levanta nem morto.


(by Simão Pessoa)

sábado, agosto 23, 2003

Sabe-lo?
Seio.
Então falo.


Te vejo única
te toco tímida
te sinto úmida.


(by Simão Pessoa)

ouço calado
contigo em Alfama
cantar o fado


(by Carlos Seabra)

lua nova
ninja
do espaço


(by Alberto Marsicano)

que um insecto
ser menos:
outsecto


(by Jandira Mingarelli)

Goze.
Quem sabe essa
É a última dose?


(by Millôr Fernandes)

sexta-feira, agosto 22, 2003

Tem horas?
Não, mas posso
dispensar uns minutos


O prícipe sapo
fugindo ao mau hálito
voltou para o charco


(by Eugénia Tabosa)

Jardim pequenino,
à beira mar
acalentado.


("Haiku para Portugal", by The Galarzas)

Riacho, descendo
os azimutes
do horizonte


Para ser homem-a-dias
já só me faltam
os dias.


Saracoteias
não só por aí,
doce menina.


Sonhei, esta noite,
estar preso.
Acordei suado.


quinta-feira, agosto 21, 2003

Será que não podemos
ter outra vez, talvez,
quinze anos?


Aqui sentado
Um peixe demora-se
sobe, afoga


Lovely birds,
Lovely words...
But not here!


Isto é mais difícil
do que parece.
Pôrra.


Não chores
sobre Kofi
Derramado


No autocarrro
o homem
explode


Entalada embalada
a sardinha
foi pescada


Alma de pássaro?
Sei lá,
não há coincidências


quarta-feira, agosto 20, 2003

Ufa! Que parece
Que a gente vai caminhando
Com o sol às costas


(by anónimo)

ser jornalista
é ter pseudo conversas
intelectuais


("Pseudo Haiku Intelectual" by The Galarzas)

Quem ri quando goza
é poesia
até quando é prosa


(by Alice Ruiz)

terça-feira, agosto 19, 2003

Cónicas
ângulos rectos
o quadrado dos catetos


A fome, a fome
só a tem
quem não come


segunda-feira, agosto 18, 2003

O pato, menina,
É um animal
Com buzina.


(by anónimo)

A aerofagia
Quando sai
Berra e assobia


sábado, agosto 16, 2003

O vento soprou,
o comboio apitou.
Ela não voltou.


("Haiku Pimba" by The Galarzas)

"Error Messages" da Microsoft em Haiku:

Three things are certain:
Death, taxes, and lost data.
Guess which has occurred.


Everything is gone;
Your life's work has been destroyed.
Squeeze trigger (yes/no)?


I'm sorry, there's -- um --
insufficient -- what's-it-called?
The term eludes me...


Windows NT crashed.
I am the Blue Screen of Death.
No one hears your screams.


Seeing my great fault
Through darkening blue windows
I begin again


The code was willing,
It considered your request,
But the chips were weak.


Printer not ready.
Could be a fatal error.
Have a pen handy?


A file that big?
It might be very useful.
But now it is gone.


Errors have occurred.
We won't tell you where or why.
Lazy programmers.


Server's poor response
Not quick enough for browser.
Timed out, plum blossom.


Chaos reigns within.
Reflect, repent, and reboot.
Order shall return.


Login incorrect.
Only perfect spellers may
enter this system.


This site has been moved.
We'd tell you where, but then we'd
have to delete you.


wind catches lily
scatt'ring petals to the wind:
segmentation fault


ABORTED effort:
Close all that you have.
You ask way too much.


First snow, then silence.
This thousand dollar screen dies
so beautifully.


With searching comes loss
and the presence of absence:
"My Novel" not found.


The Tao that is seen
Is not the true Tao, until
You bring fresh toner.


The Web site you seek
cannot be located but
endless others exist


Stay the patient course
Of little worth is your ire
The network is down


A crash reduces
your expensive computer
to a simple stone.


There is a chasm
of carbon and silicon
the software can't bridge


Yesterday it worked
Today it is not working
Windows is like that


To have no errors
Would be life without meaning
No struggle, no joy


You step in the stream,
but the water has moved on.
This page is not here.


No keyboard present
Hit F1 to continue
Zen engineering?


Hal, open the file
Hal, open the damn file, Hal
open the, please Hal


Out of memory.
We wish to hold the whole sky,
But we never will.


Having been erased,
The document you're seeking
Must now be retyped.


The ten thousand things
How long do any persist?
Netscape, too, has gone.


Rather than a beep
Or a rude error message,
These words: "File not found."


Serious error.
All shortcuts have disappeared.
Screen. Mind. Both are blank.


(by Salon)

O Haiku chegou,
O blog está pronto.
Vamos lá.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?